28 janeiro 2012

Warm Bodies

Warm Bodies, ou Sangue Quente no Brasil, é o mais novo romance sobrenatural que irá para as telinhas.

Estrelado por Teresa Palmer e Nicholas Hoult, o filme foi adaptado do livro Warm Bodies do autor Isaac Marion para, digamos, "substituir" a saga Crepúsculo.
Um romance entre uma humana e um zumbi. Isso mesmo! Com um ZUMBI! Eu sendo fã de zumbis estranhei muito essa ideia e assumo que não gostei muito não... O modo que o zumbi foi retratado não é nada convincente. 


Mas depois que li sobre a história vi que não é tão besta como imaginei. A história é contada sobre o ponto de vista de R (Nicholas Hoult), um cara zumbi que só se lembra que seu nome começa com "R". Como ele é um ZUMBI, ele necessita de carne humana, e em um dia ele encontra um grupo de adolescentes e tenta saciar a sua fome com o corpo de um rapaz. Quando ele comeu o cérebro dele, viu com os próprios olhos todas as lembranças do cara, e lá estava a Julie (Teresa Palmer), a garota por qual o cara amava (acho que eram namorados). Depois disso ele tem um sentimento que precisa proteger a garota.

Bem, como não li o livro não posso criticar muito, mas resolvi olhar por outro ponto de vista além de ver como um "romance entre humano e algo sobrenatural" ou "mais uma história que autores estragaram", entre outros. Uma coisa que me irrita é fato de que jovens, principalmente garotos, vierem criticar algo que não conhecem, como aconteceu com Crepúsculo entre outros romances juvenis. Sempre tem algo a mais atrás da história e pessoas desinformadas como os jovens revoltados de hoje em dia não conhecem e vem criticar livros e filmes que podem ser considerados obras!
Eu não li o livro, conheço pouco da história, e assumo que não curti muito essa ideia de amor entre uma garota e um zumbi, mas quando li um pouco mais vi chances de poder virar uma fã.

O fato de ele ter passado pelas memórias do cara quando comeu seu cérebro é interessante... Estou pensando em ler o livro para poder criticar melhor. E também tem uma coisa, talvez nem era para o R ser como o retratado no filme, talvez os produtores não quiseram deixar ele tão feio e nojento como no livro (apesar de que se ele for feio que nem um zumbi de verdade, ficaria muito nojento).




Sangue Quente (Isaac Marion)
Sinopse:
"No mundo que acabou nas ruínas da destruição, vivia R, um zumbi. O seu nome “R”, era só o que se lembrava da sua antiga vida após se tornar um morto-vivo. R tinha sua rotina, ficava em shopping, se divertindo, subindo as escadas e descendo, o dia todo. E procurava humanos vivos para se alimentar. Ele não gostava de matá-los, mas, seu interior desejava e ele não poderia mudar isso.

Em uma caçada por alimento junto aos seus companheiros, R come o cérebro de um dos jovens que passavam por alí. Devorando-o, R conhece sua imaginação, e de repente, sentia algo pela namorada da vítima, uma imença vontade de protegê-la. Julie era seu nome, uma jovem como ele nunca imaginava. A sua decisão iria mudá-lo, não só ele, mas, todos os seus companheiros. E toda a destruição causada pelo o apocalipse zumbi"
Bem, o máximo que podemos fazer é esperar pelo filme... ou ler o livro.

5 comentários:

  1. Meio parecido com crepúsculo essa coisa de proteger não? Eu acho que eles tinham que se preocupar em fazer coisas mais The Walking Dead com zumbis do que essas coisas "Crepúsculares"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha' é realmente muito parecido, eu também acho que os produtores deveriam investir em livros mais diferentes do que essa coisa de "cara sobrenatural + humana"
      Não é mesmo?

      Excluir
    2. Jaja tem alienigena apaixonado e blablabla

      Excluir
    3. O pior é que tem! hahaha' conhece "Eu Sou o Número 4"?
      Apesar de ser o mesmo esquema de "cara sobrenatural + humana" tem bem mais ação e foi bem criativo ;D
      Eu gosto xD

      Excluir