24 dezembro 2012

O Poder dos Seis

Detalhes
Nome Original: The Power of Six
Autor: Pittacus Lore
Editora: Intrínseca
Nº de Páginas: 319
Ano: 2011
Categoria: Ficção Científica/Aventura/Romance
Narrador: Personagem

Resenha:
''O Poder dos Seis" é o segundo livro da saga de Os Legados de Lorien, ou seja, esta resenha pode ter spoilers e se você ainda não leu, ou quer que seja surpresa, não continue lendo.

Quando comecei a ler o livro a minha primeira reação foi uma surpresa. Daquelas de ficar boquiaberta :O

"Meu nome é Marina, a que vem do mar, mas levou muito tempo até que eu fosse chamada assim. No início eu era conhecida apenas como Sete, uma dentre os nove Gardens sobreviventes do planeta Lorien, cujo destino foi depositado, e ainda é, em nossas mãos. Nas mãos daqueles de nós que não foram perdidos. Daqueles que ainda vivem."

"COMO ASSIM?" eu pensei, "A HISTÓRIA NÃO VAI MAIS SER NARRADA PELO JOHN (QUATRO)???" Na hora já fiquei chateada, mas minha alegria voltou após dois capítulos: Quando a narração do John voltou *-* O quê? O livro é narrado por duas pessoas? Sim meu caro! E é o que o torna mais legal, e revoltante, ainda! Vamos falar um pouco da história...


Bem, Marina está escondida como todos os outros nos lugares mais improváveis do Planeta Terra (e mesmo assim os mogs os acham). Ela e sua Cêpan, a Adelina, estão em um convento/orfanato em Santa Teresa (Espanha) já fazem alguns anos, e Marina não consegue fazer com que sua Cêpan continue se movendo pelo mundo para fugir dos Mogadorianos. Adelina acabou sendo convertida a religião das freiras e acredita que com sua fé Deus as salvará e coisas do tipo. 

Sem a ajuda de Adelina, Marina está decidida de que vai embora de lá ao fazer 18 anos, mas precisa dela para abrir sua Arca e está preocupada com as coisas que começam a acontecer e vê que precisa ir embora o quanto antes...

Enquanto isso, John, Sam (seu melhor amigo), e Seis estão fugindo pelo país e a procura de pistas sobre onde estão os outros números e treinando para uma possível guerra contra os mogadorianos. Eles serão perseguidos, traídos, tentados, e muuuuuuita coisa vai acontecer pelo caminho deles!

Como sempre, eu ADOREI o livro! A narração "intercalada" me lembrou Travessia, mas as vezes acontecia de um ter dois capítulos seguidos, e o outro apenas um, diferente de Travessia.
A ideia foi muito legal pois podemos saber o que está acontecendo com ambos os personagens e também ficarmos irritados por querer saber o que aconteceu com um deles e ter que ler o outro todo para poder saber somente no outro capítulo.

Algumas coisas me deixaram nervosa principalmente no final do livro, coisas que não queria que acontecesse e ACONTECEU! Mas faz parte...

A história não deixa a desejar, ficou INCRÍVEL, como queria que fosse, e me prendeu tanto a ponto de ler tudo em um fim de semana. A cada capítulo dessa série, fico mais apaixonada e já posso dizer que é a minha saga preferida junto com Jogos Vorazes.

Totalmente viciante, incrível, AMAZING, e eu não vejo a hora de ler "A Ascensão dos Nove"!


Um comentário: