06 julho 2013

Angústia


Nome original: Misery
Autor: Stephen King
Editora: Francisco Alves
Ano: 1987
N°de páginas: 385
Categoria: Terror/Suspense
Narrador: Observador

Sinopse

Paul Sheldon, um famoso escritor, tem sua vida transformada em um pesadelo sem fim, quando em uma terrível nevasca perde a direção do carro e sofre um acidente horrível, quebrando uma perna, deslocando a bacia e esmagando o joelho. Mas o pior ainda estava por vir. Pois ele é ajudado por sua fã nº 1, que colocará em cárcere o pobre escritor, até que ele escreva um final feliz para Misery Chastain, sua personagem preferida.

Resenha

"Ser fã é uma doença". Esta frase define perfeitamente a personagem Annie Wilkes, digna de pesadelos. Não, ela não tem garras no lugar das mãos, uma machadinha ou uma serra elétrica (ou será que tem?). Ela tem: uma caixa de medicamentos + escritor recém acidentado + conhecimentos medicinais + problemas psicológicos + personalidade (não apenas personalidade) forte = problemas.
Annie tem suas formas de conseguir o que quer de Paul. Claro, ela o tem nas mãos. Mas, caso Paul recuse-se, ela tem suas próprias formas de torturas básicas para fazer com que ele a obedeça. Em vários momentos, Annie é uma boa enfermeira para Paul Sheldon, mas em outros (os mais críticos do livro), digamos que Annie é uma adorável torturadora de almas.

Stephen King nos deixa em estado de curiosidade até mais ou menos a metade do livro. Depois de descobrirmos o que Wilkes havia feito no passado, a leitura não enrola como na maioria dos suspenses. Ela decola. Ele diz, de cara, com todas as letras e sem apresentações formais, quem é Wilkes, e é a partir daí que a mulher vira o demônio. Não, mesmo sabendo o que ela é capaz de fazer, nós não estamos preparados para o que vem a seguir. É um baque atrás do outro. Foi triste chegar ao fim, e ver que um livro tão bom acabou.
Depois de algo como isto, é relativamente fácil entender por que Stephen King é considerado o maior escritor de livros de terror da nossa época.

Filme
O livro foi lançado em filme com o nome de Misery: Louca Obsessão (BR), em 1990. Dirigid por Rob Reiner, e com atuação de James Caan (O Poderoso Chefão) como Paul Sheldon e Kathy Bates (Titanic) como Annie Wilkes.

O filme venceu o Oscar de Melhor Atriz (Kathy Bates), além do Globo de Ouro, também de Melhor Atriz.



2 comentários:

  1. Jonathan Freitas6 de julho de 2013 15:19

    Stephen King é muito divo. Um verdadeiro rei ba~da~tus... Enquanto ao livro eu pretendo ler, juro pra mim mesmo que irei pegar uma lista e ler um por um do King...

    http://momentoliterario1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Ana Beatriz Domingues6 de julho de 2013 17:03

    UI, pra ler um por um do King a coisa é tensa né? ASHUASHUASHUASHU' a lista é beeeem extensa. Este foi o primeiro do Stephen que li, e já gamei, então né, não há duvidas que vou ler os outros. Pretendo que o próximo venha a ser Carrie ou Saco de Ossos.
    Beijoos <3

    ResponderExcluir