21 dezembro 2013

O Heróis Perdido

Nome Original: The Lost Hero
Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Ano: 2011
N° de páginas: 440
Categoria: Ficção, Mitologia.
Narrador: Onisciente


Sinopse: Novos e conhecidos personagens do Acampamento Meio-Sangue dividem espaço nesse primeiro volume da série Os heróis do Olimpo. Rick Riordan volta ao universo de Percy Jackson e os Olimpianos com ainda mais aventuras, humor e mistério.

Depois de salvar o Olimpo do maligno titã Cronos, Percy Jackson e seus amigos trabalharam duro para reconstruir seu mais querido refúgio, o Acampamento Meio-Sangue. É lá que a próxima geração de semideuses terá de se preparar para enfrentar uma nova e aterrorizante profecia.

Os campistas seguirão firmes na inevitável jornada, mas, para sobreviver, precisarão contar com a ajuda de alguns heróis, digamos, um pouco mais experientes - semideuses dos quais todos já ouvimos falar... e muito.
Criança do Raio, cuidado com a terra,
A vingança dos gigantes os sete irão nascer,
A forja e a pomba quebrarão a cadeia,
E a morte libertada através da ira de Hera. 
A princípio, me senti traída por Rick Riordan escrever uma saga referente à Mitologia Greco-Romana com outros personagens. Claro, quando li O Último Olimpiano, quando vi que não havia o primeiro capítulo da próxima aventura, aceitei ali que a história de Percy havia acabado. Mas, ver a escrita do Riodan sobre semideuses novamente sem ele era inconcebível. Precisei de algumas poucas páginas para rever antigos personagens, mas, ainda sem Percy. Esperava me decepcionar com o livro, porém, me enganei. Nada, referente à histórias de semideuses nos tempos modernos, se compara à grandiosidade de PJO, porém, este livro, talvez por ter sido escrito pelo mesmo autor, está à altura.

Riordan alterou aqui o estilo de escrita presente na saga Percy Jackson e Os Olimpianos. Os capítulos são narrados na perspectiva de cada um dos três protagonistas. Cada um possui um próprio modo de narrar: Jason, sério e desmaiando; Piper, assustada e pensando em Jason; e Leo (ah, o Leo), sarcástico e brincalhão. Fazem falta os capítulos com nomes engraçados de PJO, mas esta é uma narrativa interessante, com um suspense que te deixa com um desespero ávido para continuar e compreender aquele gigantesco ponto de interrogação que surge a cada capítulo.

No primeiro livro, há alguns furos na história, algumas partes confusas, mas que são abordadas nos próximos livros: O Filho de Netuno, A marca de Atena, A Casa de Hades, faltando ainda o último a ser lançado, O Sangue do Olimpo – este nome mais a fama de Riordan por matar seus personagens não é algo agradável para os fãs.

Vale informar que, se procuram por alguma espécie de continuação da guerra dos titãs que houve em PJO, não a encontrará. Riordan aborda aqui a Gigantomaquia e a mitologia romana. Ainda se pode encontrar algumas personagens da primeira saga: Annabeth Chase, Rachel Dare, Quíron, entre outros.

Leo Valdez. O melhor personagem, e o ponto forte do livro. Filho de Hefesto. Seus capítulos são quase como um total resgate à emoção e risadas da história narrada por Percy: sarcasmo, alegria, e a capacidade de estragar quase tudo. Leo é o Percy da história.

Jason Grace. O capitão da equipe, o senhor dos desmaios. Filho de Zeus. É com Jason que Riordan introduz a mitologia romana. Jason costuma chamar os deuses por sua forma romana (algo novo e confuso para os leitores, afinal, nunca antes havia sido mencionado os deuses romanos), como Júpiter (Zeus), Juno (Hera), Netuno (Poseidon). Hera/Juno roubou suas memórias e alterou-as para fazê-lo pensar que viveu oito meses com pessoas que acreditava serem suas amigas. É dele a missão de resgatar Hera de sua prisão.

Piper McClean. O que dizer de Piper? A filha de Afrodite mais diferente de todas – sem maquiagem, sem roupas bonitas, dane-se o cabelo. Acreditou ter passado oito meses com Jason, e se tornado sua namorada, mas foi tudo uma ilusão de Hera com a Névoa. Esconde um segredo, na verdade, um medo, onde acredita ser uma traidora na equipe. Seus capítulos são mais focados no medo daquilo que terá que fazer e em lamentações por Jason.


Suspense, ação, aventura, romance, mistério, risadas e Valdez. Uma combinação perfeita na escrita maravilhosa das mãos de um dos grandes autores de nosso tempo, Rick Riordan.


Nenhum comentário:

Postar um comentário